Free songs
Página inicial / Internacional / Fronteira com o Brasil segue fechada e venezuelanos dizem ter prejuízos

Fronteira com o Brasil segue fechada e venezuelanos dizem ter prejuízos

fronteira-fechadaA fronteira do Brasil com a Venezuela, prevista para reabrir nesta segunda-feira (2), segue fechada. Durante todo o dia brasileiros e venezuelanos esperam, em Pacaraima, que o acesso de veículos fosse liberado.

A cidade de Pacaraima, que fica ao Norte de Roraima e a 250 KM de Boa Vista, é o único ponto que liga o Brasil com a Venezuela.

A assessoria do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, informou que ele visitará Boa Vista (RR) nesta terça-feira (3) para discutir a situação da fronteira entre o Brasil e a Venezuela. O Governo de Roraima diz que tenta diálogo para agilizar a abertura da fronteira.

Sem ter como passar de carro, vários estrangeiros atravessam a fronteira a pé para comprar alimentos e remédios. O mecânico de alimento industrial venezuelano José Aguilar diz ter compardo apenas itens básicos em Pacaraima.

“É mais barato comprar alimento aqui. A fronteira fechada complica porque, financeiramente, fica caro [ir até Pacaraima], a passagem de táxi está muito alta”, disse o mecânico.

Morador da cidade de Santa Elena de Uirén, primeira cidade da Venezuela que faz fronteira com o Brasil, o soldador Manoel Aguilar diz que desde o fechamento da fronteira não consegue fazer negócios com brasileiros.

“O preço da passagem de táxi está muito alto, não há combustível, e isso prejudica o povo”, diz Aguilar, citando que não tem conseguido viajar de Pacaraima para Boa Vista para comprar peças, pois a passagem de táxi subiu de R$ 35 para R$ 50.

Em Pacaraima não há posto de combustível, e o único local de abastecimento está do lado venezuelano. Com isso, taxistas brasileiros também relatam perdas financeiras.

Conforme o taxista Ednei Amorim, desde que fronteira foi fechada, ele já calcula um prejuízo de R$ 2 mil. “Trabalho de carro alugado e 16 anos que vivo em Santa Elena e nunca tinha visto uma situação como esta, então a gente se sente prejudicado”, disse.

Em nota, o Itamaraty chegou a informque “a situação está se normalizando e já não há mais brasileiros retidos no lado venezuelano”.

Fronteira fechada
A fronteira entre os dois países está fechada para a passagem de veículos desde 13 de dezembro. Há cerca de duas semanas, somente pessoas a pé passaram a ser autorizadas a cruzá-la, entre 7h e 20h.

Para atravessar a fronteira de carro, os brasileiros tinham de procurar o vice-consulado em Santa Elena de Uairén para incluir os nomes em uma lista a ser entregue às autoridades venezuelanas.

A decisão de fechar a fronteira foi tomada pelo presidente venezuelano, Nicolás Maduro, com o objetivo de combater as “máfias colombianas” que entram no país com notas de 100 bolívares, que o governo tirou de circulação, para “desestabilizar a economia” da Venezuela. Com o mesmo objetivo, Maduro também mandou fechar a fronteira com a Colômbia.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos requeridos são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Ir para o topo