Free songs
Página inicial / Ciência e Tecnologia / Rússia critica acusações dos EUA sobre ciberataques durante as eleições

Rússia critica acusações dos EUA sobre ciberataques durante as eleições

putinAs declarações da Casa Branca acusando a Rússia de ter interferido nas eleições presidenciais dos Estados Unidos através de ciberataques contra contas de e-mail são “indecentes”, considerou nesta sexta-feira (16) o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov.

Em relação à suposta responsabilidade de Moscou nestas ações de hackers, “eles precisam parar de falar sobre isso ou finalmente apresentar algum tipo de prova. Caso contrário, isso parece extremamente indecente”, declarou o presidente Vladimir Putin, em entrevista em Tóquio.

As duas principais agências de segurança dos Estados Unidos – o FBI (Agência Federal de Investigações) e a CIA (Agência Central de Inteligência – teriam descoberto intervenções da Rússia nas eleições do país para promover a vitória de Donald Trump.

As informações foram divulgadas em dois importantes jornais dos EUA com base em supostos relatórios das duas agências. De acordo com os documentos, “indivíduos ligados ao governo russo teriam publicado milhares de e-mails hackeados da campanha do Partido Democrata”, da então candidata Hillary Clinton.

Além disso, os sistemas informacionais do Comitê Nacional do Partido Republicano também teriam sido alvo de infiltrações, mas nenhuma informação sobre o conteúdo chegou a ser publicada.

Nova investigação

O presidente Barack Obama, que deixa o cargo em 20 de janeiro, ordenou uma investigação sobre uma série de ataques cibernéticos que teriam sido promovidos pela Rússia durante a campanha eleitoral nos EUA.

De acordo com a Casa Branca, o relatório – que deve ser finalizado até o fim do mandato de Obama – será uma “sondagem profunda sobre um possível padrão de uma crescente atividade maliciosa na internet durante a temporada eleitoral”.

Em outubro, o governo dos EUA já havia apontado a responsabilidade da Rússia nestes ataques, acusado o país de interferir na campanha do Partido Democrata.

Fonte: France Presse

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos requeridos são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Ir para o topo